Tráfego Pago: por que investir e como começar?

September 1, 2021
Prepare-se pra vender

Todo empreendedor sonha em fazer seu negócio crescer e ganhar novos clientes. Para que isso aconteça, sua marca precisa impactar novos usuários, que têm potencial para se tornarem  consumidores, no futuro. Há várias formas possíveis de se fazer isso, uma delas é com o famoso (e temido) tráfego pago.

Essas duas palavrinhas, curiosamente, deixam muitos empreendedores com um certo pé atrás.
Como começar a  investir em tráfego pago? 

Como eu vou saber quanto investir? 

Por que gastar dinheiro se eu posso focar em estratégias orgânicas que não custam nada?

Esses são questionamentos muito comuns para quem está começando ou pretende começar a investir em tráfego pago. Por isso, neste artigo, vamos responder as seguintes perguntas:
 

1- O que é tráfego pago?

2- Por que investir em tráfego pago é importante?

3- Como funcionam as principais estratégias de tráfego pago?

4- Quando e quanto investir?

5- Quais são as principais ferramentas de tráfego pago disponíveis?


O que é tráfego pago?

Suponha que você tem um site, com uma média de 100 acessos por dia. Isso é o seu tráfego. O grande desafio para quem tem um negócio online é descobrir as melhores estratégias para aumentar os acessos ao seu site, e é aí que o tráfego pago se apresenta como uma estratégia poderosa. 

O tráfego pago refere-se ao tráfego, ou seja: o fluxo de pessoas que chegam até a sua loja ou site, por meio de anúncios patrocinados. Ou seja, você precisou investir dinheiro para que novos clientes em potencial chegassem até o seu negócio.

Mas como assim?
Se você anunciar, por exemplo, um chinelo vermelho no Google Ads, as pessoas que buscarem por essa palavra-chave ("chinelo vermelho") no Google verão seu anúncio em destaque, antes mesmo dos resultados orgânicos da pesquisa. Sabe por quê? Porque você pagou para estar ali.


Por que investir em tráfego pago é importante?

Muitas vezes, a nossa vontade de economizar nos leva a ter o seguinte pensamento:  "vou focar exclusivamente no tráfego orgânico, pois é grátis, e aí não preciso ter essa despesa.”
Esse é um tipo de pensamento completamente equivocado, e você vai entender o porquê.

No marketing digital, é fundamental adotar ações integradas que, quando aplicadas corretamente, trazem resultados fantásticos. Ou seja: para ter resultados efetivos, é importante que as estratégias de tráfego pago e orgânico estejam caminhando na mesma direção. 

Pense na rede social da sua marca, por exemplo: você precisa, eventualmente, fazer posts patrocinados para divulgar ações ou produtos específicos, mas os posts comuns são fundamentais para manter a qualidade, com conteúdos de qualidade e, principalmente, o engajamento da sua audiência, que se mantém interessada no que você tem a oferecer.   


Além disso, o tráfego pago também é uma estratégia bastante eficaz para: 

1- Ampliar a taxa de conversão, pois usar links pagos costuma impactar leads que estão na última fase do funil de vendas.

2- Acelerar a visibilidade, colocando o seu negócio em destaque, de forma muito mais rápida do que costuma ocorrer no tráfego orgânico.
3- Comunicar ações específicas, como o lançamento de um novo produto ou o início de uma promoção imperdível.


Como funciona o tráfego pago?

No tráfego pago, você pode pagar pelo clique do usuário, no seu anúncio. (O famoso CPC - Custo por Clique)

ooouuu...

pagar por aparecer mil vezes no resultado da busca (CPM - Custo por Mil Impressões)


A posição do seu anúncio vai depender do lance dado no leilão, que ocorre dentro da plataforma de anúncios. Mas e aí, qual é melhor? CPC ou CPM? Depende...

  • O CPC é indicado para levar tráfego de verdade para dentro da sua página, porque você só vai pagar pelos cliques que efetivamente receber. Escolha essa opção se você já sabe quanto quer gastar na sua campanha.
  • O CPM serve para quem quer ter mais visibilidade, porque o foco aqui é mostrar sua marca mais vezes para os consumidores em potencial. Essa é a melhor escolha se você acabou de criar seu negócio e quer que ele seja notado mais rapidamente.


Quando começar a investir em tráfego pago?

Com todas essas informações que você leu acima, é hora de parar para analisar os prós e contras de investir em tráfego pago para o seu negócio. Algumas perguntas úteis que você deve fazer:

1- O meu orçamento hoje é suficiente para subir um anúncio?

2- Como fazer isso sem prejudicar meu faturamento?


Se depois de responder essas perguntas, você percebeu que há mais prós do que contras, então bora! Afinal, o tráfego pago é um investimento a curto prazo e costuma trazer bons resultados para negócios de todos os tamanhos.  


Quanto investir?

Você precisa entender que nem sempre será possível obter o resultado esperado. Vai ter aquele dia lindo com muitas vendas, e aquele em que parece que todos decidiram ignorar seu produto.

Por isso, antes de começar a anunciar, você deve separar uma verba de guerra, ou seja: aquela destinada para o aprendizado. É um valor que, caso as coisas deem errado, não vai causar um grande impacto nas finanças do seu negócio. Até porque você precisa testar a ferramenta de anúncios para compreender o que dá certo e o que não dá na sua área de atuação.

Não esqueça que, além de escolher a melhor plataforma, você precisa pensar em estratégias para otimizar os resultados. Afinal, de nada adianta ter o melhor orçamento do mundo se você não tem uma boa e criativa campanha por trás: sem planejamento, você vai acabar jogando dinheiro fora.

Por isso, estude, defina metas, monte estratégias e, assim, você vai alcançar os resultados que deseja!

Quais são as principais ferramentas de tráfego pago?   

Google Ads
Com o Google Ads, os seus anúncios aparecem nos resultados de busca do Google e em sites parceiros. Uma das vantagens aqui é a possibilidade de segmentação do público: ou seja, você pode escolher...

  • 1- Qual localidade você quer atingir
  • 2- Qual é a idade do seu público-alvo
  • 3- Quais interesses eles têm
  • e várias outras características que permitem que você consiga um tráfego extremamente qualificado!


Facebook Ads
O Facebook Ads é uma excelente plataforma para trazer clientes para o seu site, aumentando a visibilidade da sua marca. Assim como o Google, também traz recursos úteis de segmentação de audiência, permitindo que você alcance exatamente quem deseja  alcançar.


Instagram Ads
Ferramenta que permite criar anúncios dentro do Instagram, usando os recursos da rede social, como stories e feed.


E aí, achou esse conteúdo útil? Não deixe de assinar a nossa newsletter para receber em primeira mão todos os artigos aqui da INK que, com toda certeza, vão te ajudar muito na hora de abrir (ou expandir) o seu negócio!


Boa! Muito obrigado por deixar seu comentário! :)
Vixe, alguma coisa deu errado!

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba os melhores conteúdos e dicas sobre empreendedorismo diretamente em seu e-mail!

E-mail cadastrado com sucesso!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
No items found.